Skip to content

Bares

“BH não tem mar, mas tem bar”. O bordão é batido, mas a realidade o transforma em verdade diariamente. A cidade está cheia de estabelecimentos desse tipo, algumas pessoas chegam até a afirmar que Belo Horizonte tem o maior número de botecos por habitantes do mundo. Exageros a parte, a população cultiva o hábito de “butecar”, ou seja, utilizam os bares como local de convívio social. Em BH pelo menos, encontrar os amigos e jogar conversa a fora é na mesa de botequim.

Essa cultura refinada ganhou em 2000 um festival para homenageá-la: o Comida di Buteco. Em um evento que envolve um determinado número de bares, podendo variar de ano para a ano, a cidade se movimenta em torno de uma competição pelo melhor petisco. Algumas pessoas chegam a alugar vans para conseguir completar a peregrinação por todos os bares durante o curto período de realização do evento. Esse engajamento tornou o Comida di Buteco famoso não apenas na cidade, mas também além das fronteiras de BH. Nos últimos anos, o evento passou a percorrer cidades do interior e até mesmo outros estados.

Em uma terra em que existe um bar em cada esquina, a criatividade se torna uma necessidade. Mesmo em regiões mais humildes, as pessoas desenvolveram formas diferentes de praticar o hábito de butecar. BH Fora de Rota irá mostrar nesta seção bares que exaltam esse jeito diferente do belo-horizontino em lidar com o botequim.

Nesta edição apresentamos os bares: Peixe Frito e Caixote.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: